Google+ Followers

domingo, 21 de agosto de 2016

Balanço

A sombra que desenha um vai e vem 
é amiga da menina que balança
num imaginário e descontínuo trem. 
Roçam, roçam, no chão de terra batida, os pés da moça,
que anunciam, nova estação.
Pequeno arrebite e o balanço pede:
"pare não".
Cabelos precisam de desalinhos
para seguir sem sofreguidão.  

Um comentário:

Você sim? Então compartilhe com a gente: